sábado, 26 de febrero de 2022

RAM 03

Kenny Acheson
Fórmula 1, GP Austria, 1985
Spark
RAM







16 comentarios:

  1. Essa é uma miniatura que eu não compraria: um carro lento, de aluguel. A RAM March podia chamar Ram-rent-a-car.

    Mas trnho que reconhecer: que lindo modelo, para um leigo não patece faltar qualquer detalhe.

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Walter, mas você compra as miniaturas pelos resultados que obteve nas corridas? Eu não. Pelo contrário, quanto piores foram e quanto mais desconhecidos são, mais gosto deles. Os que eu tento não comprar são os campeões, aqueles que são vistos até na sopa, e que acabam sendo carros horríveis. São formas diferentes de ver o colecionismo, todas válidas.
      Abraço!

      Eliminar
    2. Tem razão.

      E essa miniatura é linda, o que prova o seu ponto.

      Com meu pensamento, eu jamais teria um "grid" completo...

      Aliás, tem um jornalista brasileiro que escreveu o livro "Saudosas Pequenas", exatamente para contar sobre as equipes menores.

      Eliminar
    3. Conheço Walter várias entradas de "Pequenos Saudos" em um blog automobilístico brasileiro chamado Mil por hora, excelente material. Essas são as mesmas equipes que eu gosto e que sinto muita falta hoje, em uma Fórmula 1 onde negócios e dinheiro são tudo, e onde não há lugar para essas pequenas equipes. Hoje Andretti quer entrar na categoria em 2024, e Toto Wolff já disse que para entrar precisa de um orçamento de pelo menos mil millones de dólares... Vergonhoso.
      Abraço!

      Eliminar
  2. Acá en España RAM es una industria lactaria, nacida en 1934 y ver que hay autos con el mismo nombre cocha un poco, me gustó la pieza

    Como se suele decir, nunca te acostarás sin saber una cosa mas

    Gracias Maestro

    Saludos

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. RAM: escudería británica fundada por los ingleses Mike Ralph y John MacDonald (de la combinación de las iniciales de los apellidos de ambos surge el nombre del equipo: Ralph And MacDonald), que participó en Fórmula 1 entre 1976 y 1985.
      Uno de los tantos equipos que hicieron grande a la F1.
      Abrazo!

      Eliminar
    2. Lela Lombardi, a simpática italiana, andou na RAM, em 1976.

      Eliminar
    3. Exacto Walter, en un Brabham BT44B.
      Abrazo!

      Eliminar
  3. Qué bonito es el Spark con su piloto y todo. Y con la inscripción de Newsweek en el alerón, para recuerdo de los tiempos en que tenías en tus manos las noticias, los artículos de opinión, las crónicas de actualidad, la crítica de cine en la sección de cultura... Me he hecho viejo y sigo leyendo en papel todo lo que puedo. Nunca he leído Newsweek, pero valga esta entrada como homenaje al tiempo del papel impreso que tanto disfrutamos.
    Vi el RAM en abril en Portugal. Lento en entrenamientos, sobrepasado en carrera por culpa de los Pirelli, que no eran para pista inundada. Es igual. Si estuviera a tiro lo compraría. Estaba en la parrilla (con otro piloto) el día mágico que proyectó a Senna a otra dimensión.
    Saludos.

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Se extrañan Bernardo esas épocas en que los periódicos te dejaban los dedos sucios por la tinta de su papel. Y qué decir de la revista, con esas fotos de los coches que tanto nos gustaban, y sus láminas que colgaba en la pared de mi habitación.
      Ese día en Portugal lo manejaron Philippe Alliot y Manfred Winkelhock; Acheson reemplazó al alemán a partir del GP de Austria (también corrió en Países Bajos e Italia); luego siguió en dos carreras solo Alliot y para los últimos dos GP desapareció el equipo.
      Nada como tener estos coches del fondo del pelotón.
      Abrazo!

      Eliminar
  4. Ler periódicos é um privilégio. Ainda sujo meus dedos nos jornais do Brasil.

    Lembro que The European patrocinou a March em 1982.

    Aquo no Brasil, os meios de comunicação não patrocinaram carros da F1, apenas carros nacionais.

    Imagino que El Pais (em Espanha) e Clarin (em Argentina), possam ter patrocinado algo, mas não lembro de seus nomes na F1.

    Mas este é um tema: a mídia na F1.

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Walter, na Argentina, a mídia não patrocina nada, nem na Fórmula 1 nem nas categorias nacionais. Só me lembro de La Razón em 1970 apoiando o Berta LR (LR de La Razón) na temporada internacional de protótipos esportivos e sua incursão em Nurburgring. Hoje a mídia se dedica apenas a arrecadar dinheiro e desinformar as pessoas.
      Abraço!

      Eliminar
  5. Olá Juanh!
    Mas que belo tesouro este RAM e ainda por cima da Spark! Magnífica miniatura.
    Esta é daquelas miniaturas que enriquecem qualquer colecção que se preze... e eu ainda não tenho nenhuma destas...
    Grande abraço

    PS: o Shadow também esta maravilhoso.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. José Antonio, as miniaturas daquelas equipes que estavam no fundo do pelotão são as minhas favoritas. O bom é que a Spark os fabrica, o ruim é o preço que, exceto as ofertas, os torna inatingíveis para nossos bolsos.
      Qual dos dois Shadow DN5 você mais gostou? O de 1975 ou o de 1976?
      Abraço!

      Eliminar
    2. Bem, eu gosto deles e não tenho nenhum, infelizmente. Dos Shadow utilizados em 1975 e 1976 (DN3,DN3B, DN5, DN5B, DN7 e DN8, bolas foram tantos, eheheh) acho que consigo reduzir até dois: gosto bastante do DN5 e do DN8. Em relação às suas miniaturas Shadow gosto bastante da de 1976... mas também gosto da de 1975... eheheh
      Abraço.
      Abraço

      Eliminar
    3. José Antonio, tenho 1 DN1 1973, 1 DN3 1974, 1DN5 1975, 1 DN5 1976, 1 DN8 1976, 1 DN8A 1977, 2 DN8B 1977, 1 DN9 1978 e 2 DN9B 1979. Faltam os DN11, DN12 e outras variantes do anterior.
      Abraço!

      Eliminar

Grand Prix (1966)

Grand Prix (1966)

Le Mans (1971)

Le Mans (1971)

1966

1966

1966/67

1966/67

1967/68

1967/68

1968

1968